20131218-023543.jpg

Boa noite, gostaria de compartilhar com vocês uma experiência muito gratificante que vivenciei algumas horas atrás.

Durante a minha formação em coaching, efetuamos varias sessões, tanto como coachees (cliente) quanto como coaches (facilitador de sonhos). Quero falar particularmente de uma delas. No terceiro dia, compartilhei meu tempo com uma pessoa maravilhosa (Alain Montero) que me fez aprender muito, tanto sobre nosso oficio de coach quanto sobre vida, de uma forma geral.

Em um dado momento da sessão, quando eu estava na posição de coachee, fui questionado sobre meus medos, sobre a existência ou não de forças internas que poderiam me impedir de conseguir meus objetivos. Naquele momento, pude refletir e entender algumas coisas importantes sobre a minha relação com a família, sobre como havíamos criado uma relação de interdependência mútua, praticamente uma obrigação em cuidarmos uns dos outros.

Sim, voce deve estar se perguntando, “ok, e qual o problema em cuidar da família?” A resposta é: Nenhum!

No entanto, naquele momento percebi que era algo que estava entre EU e MEU SONHO de ser Master Coach, Trainer e Palestrante. Percebi também que esta relação de interdependência não era legal pra ninguém, pois aprisionava-nos uns aos outros, tirando a individualidade tanto de pensar como de agir. Percebi a necessidade em ser congruente. A vida de alguém que quer ser especialista em treinamentos, palestras ou mesmo um trainee nesta area, requer passar muito tempo viajando, ausente do seio familiar. Eu estou decidido à buscar este objetivo, mas precisava comunicar à minha família esta decisão e ressignificar nossa relação.

Foi então que meu maravilhoso Coach me incumbiu desta tarefa.. Comunicar à minha família minha decisão e possibilitar à todos nós a libertação, a quebra deste vínculo doentio de interdependência.

Hoje então, foi o emocionante momento em que decidi, propus uma reunião familiar e tratamos sobre o assunto. Meu amado avô logo se propôs a assar um churrasco. Como bom gaúcho, não dispensa uma oportunidade para “churrasquear” com a família. Então iniciamos com um processo de auto conhecimento surpreendente. Traçamos nossos perfis comportamentais e pudemos entender um pouco mais sobre nossos canais de comunicação. Após, fazer a devolutiva dos testes, conversamos sobre o “tal” assunto.

Todos nos emocionamos, fizemos o que eu chamei de “ritual de desconexão” e pude perceber-me mais próximo de atingir meu sonho. Minha família gostou tanto da ideia que decidiram fazer o ritual entre si, tão logo, minha mãe aproveitou para se desconectar dos pais dela e vice-versa. Todos felizes, ressignificando e permitindo cada um a buscar seus objetivos pessoais, sem contar com esta obrigação que havia anteriormente.

O mais interessante de tudo isso, talvez tenha sido a conversa onde todos sentiram-se muito à vontade para relatar o quanto aquilo tinha sido importante para eles, o quanto isto deveria ser percebido e proposto por várias pessoas em suas famílias. Conversamos então sobre coaching, sobre o processo, os objetivos e algumas coisas relacionadas à dinâmica das sessões.

E ao final de tudo, acabei por atingir mais uma meta determinada no curso, ja tenho 4 clientes, marcados para este ano ainda. Ou seja: MAIS UMA TAREFA CUMPRIDA!!! Mas esta história eu deixo pra outro post.

Grande abraço, te desejo muita luz e felicidade, lembre-se sempre de se lembrar de nunca esquecer de se lembrar que EU posso ser, assim como de minha família, o seu parceiro nessa emocionante busca pelo teu MELHOR EU!!!

Um grande abraço do teu COACH Rafael Vinadé

Sonhos em Família

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s